Desde sua fundação em 2017, sempre tivemos na Paradoxum o objetivo de aprimorar a lógica de remuneração e distribuição para os autores.

Tradicionalmente, as editoras não costumam repassar aos autores um porcentual justo das vendas, os chamados royalties. Para fazer um e-book, embora não haja custos de impressão e logística, há outros investimentos necessários para que seu livro seja certificado e chegue ao mercado editorial com qualidade: adaptação para dispositivos, diagramação responsiva, codificação e, muitas vezes, uma nova revisão.

Mesmo assim, a política desequilibrada de direitos autorais tem sido repetida no mercado de e-books, com valores exorbitantes de venda e distribuição de royalties distante do ideal.

Aqui na Paradoxum, acreditamos que o autor é mais importante do que a editora. Por isso, damos ao autor a opção de escolher o método e o tipo de distribuição de royalties que gostaria.

Autores que não querem fazer um investimento inicial no próprio livro, por exemplo, podem optar por ter o manuscrito avaliado pela nossa equipe e, se aprovado, a editora vai bancar todos os custos envolvidos no processo, do início ao fim, incluindo logística, estoque e transporte para os livros.

Autores que desejam ter mais controle sobre a expedição e venda do livro, por outro lado, podem negociar diretamente com a editora um investimento inicial em contrapartida aos royalties.

Qualquer seja a decisão do autor, o livro sempre será nosso maior foco e sempre será tratado com muito carinho.

O contrato negociado pela Paradoxum resulta em outras vantagens para os autores: promoções sazonais, destaques na página principal da loja e uma excelente indexação no Google. Torna-se mais fácil para novos públicos encontrarem o livro e o autor.

Entre em contato