Suzana Guimarães Farias

Nasceu em Recife, Pernambuco, Brasil. Aos oito anos de idade, começou a escrever poesias e histórias infantis. Participou de vários concursos literários e teve vários trabalhos selecionados, a exemplo do VIII Concurso Raimundo Correa de Poesia e do 12º Festival Maranhense de Poesia Falada. Foram publicadas, em coletânea, pela Shogun Arte – Rio de janeiro (RJ), Poesia em preto e branco, no livro Antologia poética das cidades brasileiras (1988) e As rosas não nascem só na primavera, em Poetas brasileiros de hoje (1989).

Cursou o bacharelado e o mestrado em Matemática Pura pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), onde lecionou como auxiliar de ensino e pesquisa. Também atuou como professora no Departamento de Matemática da Universidade Católica de Pernambuco. A autora tem vários livros inéditos, prontos para publicação, e escreve também em língua inglesa e espanhola. O livro escrito em língua espanhola contém textos, poemas e uma novela em homenagem a Cervantes.

Possui quatro textos premiados pela Academia Brasileira de Letras (ABL): A vida da palavra (2003), A palavra na era da imagem (2005), A importância do livro no Brasil do século XXI (2006) e A importância de Machado de Assis um século depois de sua morte (2008). Esse último concorreu com mais de 37 mil redações em todo o Brasil e, com esse texto, a escritora foi a única recifense premiada. Apresentou o livro “A Janela” na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa em janeiro de 2019.

Entre em contato